Welcome to Escoteiros do Brasil - Amazonas   Click to listen highlighted text! Welcome to Escoteiros do Brasil - Amazonas
» » Região Escoteira do Amazonas realiza projeto em parceria com o Escritório Nacional e a Associação Escoteira da Espanha

Região Escoteira do Amazonas realiza projeto em parceria com o Escritório Nacional e a Associação Escoteira da Espanha


12 de janeiro de 2018


A Região Escoteira do Amazonas, com o apoio financeiro do Escritório Nacional e da Associação Escoteira da Espanha, realizou nos dias 06 e 07 de janeiro de 2018 mais uma edição do Curso Básico no interior do Estado. O curso aconteceu na cidade de Tefé, e faz parte do projeto Escotismo Amazônico, tendo como objetivo dar continuidade a formação de novos escotistas no Amazonas.

Distante 523 quilômetros de Manaus, capital do Estado, o município de Tefé se destaca pela exuberância da fauna e flora amazônica. Atualmente o município conta com 02 unidades escoteiras, sendo elas: Sá Peixoto (28º/AM) e a Unidade Escoteira Local da Missão (35º/AM). A equipe permaneceu três dias sem acesso a telefone ou internet, vivenciando a essência do escotismo em meio a floresta Amazônica.

O curso básico foi ministrado pela equipe de formação regional, composta pelos escotistas Lindomar Faustino (Diretor de Curso Básico), Gilmar Oliveira (Insígnia da Madeira e vice-presidente da Região Escoteira do Amazonas) e Padre Firmino (Insígnia da Madeira). Os módulos Escotistas e Dirigentes aconteceram na comunidade Missão, área rural da cidade, e contou com a participação de 16 adultos, sendo 12 do Grupo Escoteiro Sá Peixoto (28º/AM) e 4 GE Missão (35/ºAM).

Segundo o presidente da Região do Amazonas. André Luiz Ferreira a meta é formar novos escotistas e dirigentes, tanto na capital como no interior do estado. “Sabemos que a logística no nosso estado é complexa, e nossa equipe de formação de adultos tem vencido essas distancias, graças ao apoio da direção nacional, e com o apoio de associações estamos levando a formação necessária para que esses escotistas possam aplicar corretamente o método escoteiro nos lugares mais longínquos da nossa Amazônia”, explica. Ele complementa dizendo que a meta em 2018 é “fomentar novas formações tanto na capital como no interior”.

  • Compartilhe:

Escoteiros do Brasil - Educação e lazer para crianças e jovens
Click to listen highlighted text!